top

Parceiros

Contents



Partner Logo

Universidade de Utrecht ( Instituto de Linguística de Utrecht OTS), Países Baixos

O Instituto de Linguística de Utrecht OTS (UiL OTS) é um instituto de pesquisa da Faculdade das Artes da Universidade de Utrecht. O UiL OTS visa desenvolver a competência científica nos sistemas subjacentes à linguagem, discurso e ao seu uso. O programa de investigação compreende a pesquisa fundamental e aplicada sobre a linguagem e o discurso.

O UiL OTS procura promover a cooperação intensiva entre diversas áreas da linguística com as disciplinas relacionadas fora da linguística tal como a lógica, a informática, e as ciências cognitivas. Uma considerável competência foi ganha na área de tradução automática (Eurotra, Rosetta), da Tecnologia do Discurso e dos Corpora Linguísticos e das ferramentas relacionadas (desenvolvimento do Corpus do Holandês Falado).

Começando em 1980, o instituto participou em um numerosos projectos nacionais e europeus, tais como ROSETTA, UPLIFT, EUROTRA, ET-10 (Colocações), LRE (Discurso, Gramáticas Reusáveis, TEMAA, EAGLES-1), MLAP (LS-GRAM), Cooperação Internacional (CLASK), ESPRIT (DYANA, ELSNET), LE (EAGLES-2, VODIS), CORPUS DO HOLANDÊS FALADO. Desde 1995 O UiL OTS foi o parceiro coordenador do ELSNET.

A Universidade de Utrecht é o coordenador deste projecto. É responsável pela disseminação dos resultados (WP6) e para a gestão e a coordenação do projecto (WP7). Contribui também aos outros pacotes: reúne e anota os objectos de aprendizagem do Holandês, dá apoio na realização das novas funcionalidades, desenvolve um vocabulário para o Holandês, e toma parte na avaliação. Membros do LT4eL na Universidade de Utrecht:



Partner Logo

Universidade de Carlos de Praga, Instituto de Linguística Formal e Aplicada, República Checa

O Instituto de Linguística Formal e a Aplicada (UFAL) é um departamento da Faculdade da Matemática e Física da Universidade de Carlos de Praga. O instituto foi estabelecido em 1990. Em cooperação próxima com o Instituto de Linguística Teórica e Computacional (Faculdade de Filosofia), o UFAL visa o desenvolvimento de programas de ensino e investigação no domínio da linguística teórica e computacional nas respectivas faculdades que colaboram com o Instituto do Corpus Nacional Checo na Faculdade de Filosofia e com a Escola de Informática na Faculdade de Matemática e Física.

O instituto colaborou em diversos projectos nacionais e internacionais. A nível nacional, o instituto desenvolveu corpora, taggers, e parsers para o Checo, e trabalhou na tradução automática entre Inglês e Checo. A nível internacional, trabalhou em projectos sobre os recursos da linguagem, lexicologia computacional, e investigação integrada discurso-língua (PECO-LATESLAV, CEGLEX, MULTEXT, ELSNET VAI PARA O LESTE, TELRI, ÁGIL, TELRI 2, ELSNET e ENABLER).

A Universidade de Colónia, sendo o criador do Sistema de Gestão de Aprendizagem código livre ILIAS, será o principal responsável para a integração das novas funcionalidades dentro da plataforma. A Universidade de Carlos colaborará com a Universidade de Colónia na execução desta tarefa. A universidade participará também em outros pacotes: reunirá e anotará o material de aprendizagem para o Checo, dará retroacção sobre as novas funcionalidades, desenvolverá um vocabulário para o Checo e colaborará na avaliação e no validação.

Membros de LT4eL da universidade de Carlos:

Partner Logo

Universidade de Lisboa (NLX - Grupo Da Língua Natural), Portugal

O Grupo NLX é o grupo de Linguagem Natural do Departamento de Informática da Faculdade das Ciências da Universidade de Lisboa. Neste grupo, as actividades de investigação e de desenvolvimento são realizadas no campo da inteligência artificial e da ciência cognitiva, com especial enfoque no processamento da linguagem natural, em interacção com outros grupos e laboratórios de investigação no seu departamento, incluindo o grupo da Interacção Homem-Máquina.

O grupo realizou a investigação e desenvolveu ferramentas nas áreas dos corpora anotados, etiquetação e processamento superficial do Português, das ontologias e redes semânticas, processamento linguístico profundo e gramáticas computacionais para o Português, assim como site de Pergunta-Resposta na web Portuguesa . A maioria destas actividades foram desenvolvidas no âmbito de diversos projectos com financiamentos nacionais e internacionais, tais como QueXting, GramaXing, TagShare, LTRC e Nexing.

No projecto actual, o grupo NLX entregará e anotará os objectos de aprendizagem do Português, dará retracção nas novas funcionalidades, desenvolverá um vocabulário para o Português, e colaborará na avaliação e na validação.

Membro de LT4eL da Universidade de Lisboa

Partner Logo

Instituto de Informática , Academia Polaca das Ciências, Polónia

O Instituto de Informática, da Academia Polaca das Ciências (ICS PAS) é um dos principais centros nacionais de investigação em informática. As actividades da investigação são organizadas em dois departamentos: Departamento de Fundamentos Teóricos da Informática, e Departamento de Inteligência Artificial. Há 6 grupos dentro do departamento de IA, incluindo o grupo de engenharia da linguagem. O grupo de engenharia da linguagem tem 7 membros a tempo inteiro , 1 membro a tempo parcial e 2 associados estrangeiros.

Os principais interesses actuais de investigação do grupo incluem:

O grupo obteve recentemente uma subsidio de investigação de 36-meses do Comissão do Estado Polaco para a Investigação Científica (KBN) que visa construir construir um grande corpus Polaco com anotação linguística acessível na Internet, assim como ferramentas para a anotação, indexação e busca, e actualmente detém dois subsidios do KBN (36 e 30 meses) com vista à extracção da informação e a aquisição automática de conhecimento.

Dentro do LT4eL, o ICS PAS jogará um papel activo no PT2, e será responsável por (a anotação do) os recursos Polacos, as funcionalidades e o vocabulário, e fará parte da avaliação e da validação das funcionalidades.

Membros de LT4eL da Academia Polaca das Ciências:

Instituto para o Processamento Paralelo, Academia Búlgara das Ciências

O Instituto para o Processamento Paralelo (IPP) da Academia Búlgara das Ciências foi fundado em 1985, juntando os peritos de diversas áreas avançadas da TI incluindo o networking, a matemática ambiental, as computações de grande escala, a inteligência artificial e o processamento da linguagem natural. Hoje o IPP é a principal organização académica Búlgara nas tecnologias de informação e de comunicação.

O seu Laboratório de Modelação Linguística (LML), que fará parte do LT4eL, é a unidade Búlgara mais avançada em linguística computacional e em inteligência artificial, envolvidas em mais de 25 projectos internacionais durante a última década. Suas investigações variam do processamento da linguagem natural da língua Búlgara às actividades de investigação e de desenvolvimento na representação do conhecimento e na gestão de ontologias. O LML tem uma grande colecção de corpora e usa diversas ferramentas para a manutenção das estruturas conceptuais e das ontologias.

Dado a sua consolidada competência na área da representação do conhecimento e no desenvolvimento das ontologias, o IPP será líder do pacote do trabalho que se ocupa do desenvolvimento das ontologias (PT3). Colaborará em conjunto com a Universidade de Malta, juntos desenvolverão a ontologia independente da linguagem e o vocabulário do Inglês. Adicionalmente, reunirá e anotará objectos de aprendizagem do Búlgaro, contribuirá para um vocabulário da língua Búlgara e participará na validação e na avaliação das novas funcionalidades.

Membros de LT4eL da Academia Búlgara das Ciências:



Partner Logo

Universidade Aberta, Reino Unido

Com uma população de 200.000 estudantes, a Universidade Aberta é a maior do Reino Unido e a terceira maior do mundo. 180.000 dos nossos estudantes estão em linha e nós temos uma experiência extensiva de todas as aplicações de eLearning. A competência em tecnologias da educação é a nossa vantagem competitiva.

O Centro de Investigação de Computação (CRC) cobre áreas diferentes da universidade onde é conduzida investigação em informática de qualidade. Tem um perfil internacional em PLN, incluindo filtragem da informação, avaliação, geração multilíngue e e-avaliação, na Engenharia do Software dos Requisitos e na Interacção Homem-Computador – com enfoco na usabilidade. Outros temas relevantes são as Ontologias, a Web Semântica e a Educação Informática.

A equipa do CRC tem longo listrado em termos de atracção de financiamentos para a investigação. Os projectos europeus recentes e actuais relevantes para o LT4eL incluem E-LeGI, LeGE-leGE-WG, MOBIlearn, NECA e Semantic Mining Network of Excellence.

A Universidade Aberta juntamente com a Universidade de Colónia e de Zurique agirão como ligação com a comunidade de eLearning. Serão os principais responsáveis para a validação das melhorias do Sistema de Gestão da Aprendizagem e contribuirão para o desenvolvimento das novas funcionalidades com a sua experiência educacional e pedagógica. A Universidade Aberta será o líder do PT5.

Membros de LT4eL da Universidade Aberta:

Partner Logo

Universidade "Al.I.Cuza" de Iasi ( Faculdade de Informática), Roménia

A Faculdade de Informática da Universidade "Al.I.Cuza" de Iasi (UAIC-FII) oferece cursos de licenciatura em Informática e Tecnologia da Informação, programas de pós-graduação em quatro áreas incluindo Linguística Computacional, assim como cursos de treino contínuos e programas de Doutoramento em Informática.

As actividades de investigação que estão sendo realizadas incluem a concepção e a concretização das ferramentas de TL que lidam com o Romeno assim como aplicações independentes das linguagens: morfologia e processamento sub-sintáctico, representação e processamento do discurso independentes das linguagens (incluindo a analise, a resolução de anáforas, resumos e respostas a perguntas), ferramentas da anotação de corpus e desenvolvimento de corpora anotados, aquisição, processamento e padronização de recursos linguísticos, etc.

UAIC-FII promove também o eLearning: desde 2002, FII oferece cursos de eLearning a outras 5 faculdades da UAIC, treinando desta maneira os futuros peritos no uso e no desenvolvimento de materiais electrónicos/Web nas salas de aula, para organizar cursos em linha e à distância. Os investigadores e os estudantes do FII desenvolveram vários programas de software e materiais educacionais.

Muitas das actividades da investigação na Faculdade foram desenvolvidas em cooperação com os unidades nacionais da investigação ou apoiada com financiamentos da CE (TELRI, ELRA, BALKANET). Desde 2005 a UAIC-FII é um membro non-financiado na Knowledge Web em FP6.

A Universidade "Al.I.Cuza" de Iasi é o líder do PT1, o pacote do trabalho que trata do trabalho preparatório necessário realizar a investigação relacionada com os outros PT. Este pacote inclui a actividade para colectar os documentos a ser usados para a anotação dos objectos da aprendizagem, e para a estandardização da anotação linguística. Adicionalmente, UAIC-FII colaborará na realização de todos os outros pacotes.

Membros de LT4eL na "Al.I.Cuza" Universidade de Iasi :

Partner Logo

Rede de Relações Internacionais e Segurança, Instituto Federal Suíço de Tecnologia, Zurique, Suíça

A ISN é um serviço público gratuito que disponibiliza uma gama muito abrangente de produtos e recursos para promover a troca, à escala mundial, de informação entre peritos em relações internacionais e questões de segurança.

A ISN é co-financiada pelo Departamento Federal de Defesa, Protecção Civil e Desporto da Suíça (DDPS) e pelo Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique, e está sediada no Centro para Estudos de Segurança (CSS) do Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique. As equipas da ISN estão envolvidas em projectos de investigação e actividades educativas, disponibilizam notícias e análises aprofundadas, e desenvolvem tecnologia ligada à partilha de informação e à criação e apoio ao eLearning. A ISN mantém uma relação de proximidade e parceiras com os principais institutos internacionais – de investigação, grupos de reflexão, e organizações governamentais e não-governamentais.

Em 2004 a ISN iniciou a uma colaboração com o ILIAS sistema código livre, criado em Colónia (Alemanha), para desenvolver o Sistema de Gestão da Aprendizagem (LMS) do ILIAS. Hoje em dia o Sistema de Gestão da Aprendizagem baseia-se no ILIAS e é utilizado principalmente por Academias e Universidades de Defesa como o Colégio de Defesa da Nato em Roma e o Colégio de Defesa do Báltico, na Estónia. Fruto desta colaboração, o ILIAS obteve a Certificação SCORM no Outono de 2004 e disponibiliza actualmente o primeiro LMS do mundo com este selo de certificação.

A ISN será a principal responsável pela integração das novas funcionalidades na Plataforma LT4eL (PT4). O trabalho será desenvolvido em estreita colaboração com a Universidade de Carlos e terá o apoio de todos os parceiros do consórcio para esta tarefa. Mais ainda, a Universidade Aberta, a Universidade de Zurique e a ISN têm uma experiência considerável na área do eLearning a servirão de ligação à comunidade. Serão os principais responsáveis pela validação do Sistema de Gestão de Aprendizagem Avançado e contribuirão para o desenvolvimento de novas funcionalidades com os seus conhecimentos nas áreas da educação e da pedagogia. Trabalharão igualmente nas questões da propriedade intelectual relativas ao material de aprendizagem em alemão.

Membros do LT4el da ISN:

Partner Logo

Universidade de Hamburgo (Departamento de Sistemas de Linguagem Natural), Alemanha

O grupo dos “Sistemas de Linguagem Natural" (NatS) é um instituto dentro do Departamento de Informática da Universidade de Hamburgo. O grupo é constituído por cerca de 15 investigadores e é um dos mais proeminentes e mais antigo institutos de investigação para o processamento da linguagem natural na Alemanha. O instituto possui modernos laboratórios onde a maioria das novas tecnologias foram testadas e aplicadas em ambientes reais. Os tópicos de investigação incluem: o projecto e a realização de sistemas de software para a Interacção Natural Homem-Máquina combinando a competência na informática e na linguística moderna. A investigação cobre todas as fases desde o sinal de discurso até a semântica de alto nível, o diálogo e as representações pragmáticas.

O aspecto multilíngue e multimodal tornou-se a perspectiva mais importante do trabalho durante os últimos 5 anos. Diversos projectos em tradução automática e em tradução ajudada pelo compudador foram realizados para pares de linguagens como: Alemão- Romeno, Alemão-Checo, Alemão-Búlgaro, Inglês-Espanhol. A competência foi ganhada também em aplicar o LSI em contextos multilíngue.

O grupo participou em numerosos projectos nacionais e internacionais, tais como CompTrain, DAWAI, ESITEC, Verbmobil, ISLE, e o projecto DBRMAT. Os membros do grupo estão envolvidos activamente na organização de eventos internacionais e em conferências da área: MT-MT-Summit, RANLP, LREC. A Universidade de Hamburgo, e em particular o NATS também será o anfitrião da Escola de Verão ELSNET 2006 e em 2007 da Conferência Internacional da Linguagem para Fins Específicos.

O aspecto multilíngue é uma componente importante do projecto que precisa de ser cuidado especialmente com respeito à integração das várias funcionalidades dentro do ILIAS e ao ajuste dos vocabulários relacionados com as várias ontologias. A Universidade de Hamburgo será o responsável por esta tarefa.

A universidade colaborará também nos outros pacotes. Farão um inventario e uma classificação de recursos e de ferramentas relevantes, tendo como foco principal os aspectos multilíngues. Junto com as universidades de Tübingen e de Zurique colectarão objectos de aprendizagem para o Alemão e terão ao seu cuidado a anotação linguística e estrutural destes objectos.

Membros do LT4eL da Universidade de Hamburgo :

Partner Logo

Universidade de Malta, CSAI e Instituto de Linguística, Malta

O Departamento de Informática e IA (CSAI) foi estabelecido em 1993 para melhorar a capacidade de ensino e de investigação da Universidade de Malta num largo espectro de tópicos na áreas das Tecnologias da Informação. O CSAI é responsável pelo ensino e a investigação em Informática e actualmente organiza programas de licenciatura e de mestrado. O CSAI colabora com o o Instituto de Linguística que é responsável pos cursos em Linguística e leva a efeito investigação em áreas formais e aplicadas.

A competência relevante para o projecto na área da linguística computacional inclui a correção ortográfica, a extracção de informação, e a descoberta na Web de factos baseada em padrões. Durante os últimos anos foi realizado trabalho no desenvolvimento de um léxico computacional para o Maltês e ferramentas relacionadas. O CSAI participa actualmente nos projectos REWERSE da UE, MVU, e LATER.

A Universidade é um membro do GEANT, e do projecto EUMEDCONNECT, e o departamento, que também tem competência na área de arquiteturas P2P, está a levar actualmente a efeito iniciativas concernente a computação GRID e as áreas de aplicação relacionadas de eScience.

Juntamente com o Instituto para o Processamento Paralelo (Bulgária), a Universidade de Malta desenvolverá a ontologia independente da língua e o vocabulário do Inglês. Além disso, a Universidade de Malta é responsável para os recursos e as funcionalidades da língua Malteses e Inglesa. Reunirá o material de aprendizagem para Maltês e Inglês e anotará estes objectos. Contribuirá também para o desenvolvimento dos vocabulários da língua que serão ligados à ontologia. Finalmente, participará na validação e na avaliação das funcionalidades.

Membros de LT4eL da Universidade de Malta:

Partner Logo

Universidade de Tübingen, Departamento de Lingüistica, Alemanha

O Departamento de Linguística (Seminário para as Ciências da Linguagem; SfS) foi fundado em 1985. O foco da pesquisa do SfS está na linguística teórica e computacional numa perspectiva interdisciplinar. Em anos recentes, a pesquisa na linguística computacional no SfS produziu vários recursos e ferramentas de alta qualidade na área da lexicografia computacional, tradução automática e linguística do corpus, incluindo o recurso lexico-semântico GermaNet, treebanks para o Alemão e o Inglês, e corpora anotados.

O SfS tem longo listrado em termos de financiamentos externos e ganhou uma experiência alargadas em vários projectos e em programas de investigação nacionais e internacionais. O departamento contribuiu para diversos projectos europeus, como por exemplo COMPASSO, TwentyOne, EuroWordNet, e nacionais, como por exemplo Verbmobil e Lexical Semantic Disambiguation (SLD). O SfS é actualmente parceiro no projecto IMDI que visa investigar padrões descritivos para recursos linguísticos.

O SfS tem um longo listrado no campo de eLearning. Desenvolveu o material de ensino e executou cursos virtuais para linguistas computacionais num projecto financiado pelo governo de Baden-Württemberg, chamado VirtuGrade, e num projecto financiado pelo Governo Federal da Alemanha, Lehrmodule Medien-medien-intensive no der Computerlinguistik-Ausbildung (MiLCA), do que foi coordenador nacional.

ATodos os parceiros farão parte da investigação e do desenvolvimento das novas funcionalidades baseadas na tecnologia da linguagem que serão integradas na plataforma ILIAS (PT2). A Universidade de Tübingen será o líder destas actividades e colaborará em conjunto com a Academia Polaca das Ciências. O departamento trabalhará também em outros pacotes. Fará uma inventariação e uma classificação dos recursos e das ferramentas relevantes. Além disso, em cooperação com as universidades de Hamburgo e Zurique, o material de aprendizagem alemão será reunido e anotado. Contribuirá também para o desenvolvimento do vocabulário da língua Alemã. Finalmente, participará na validação e na avaliação das funcionalidades com foco nas questões técnicas.

Membros de LT4eL da Universidade de Tübingen:

Partner Logo

Universidade de Zurique de Ciências Aplicadas Winterthur (ZHW), Instituto de Tradução e Interpretação, Suíça

O Instituto de Tradução e Interpretação (IUED) é parte do Escola de Comunicação no ZHW, que foi criado há cinco anos em resultado da fusão da Escola de Zurique para a Tradução e a Interpretação (DOZ), o Instituto Politécnico de Winterthur e a Escola de Winterthur de Administração da Economia e dos Negócios. Além de oferecer programas de licenciatura em Tradução e Interpretação em Conferência, o IUED é sede de dois centros de investigação e fornecimento de serviços, o Centro de Terminologia e o o Centro de Linguística Computacional.

Um dos principais interesses de investigação e de desenvolvimento situa-se na área da Tecnologia da Linguagem e do eLearning em treino de tradutores. Os projectos de eLearning incluem a a ZHW Licença para Tradutores, TransTech, do, Ferramentas para Tradutores e Ferramentas de Pesquisa.

O instituto tem uma considerável competência na área do eLearning e agirá (junto com a Universidade Aberta e Universidade de Colónia) como ligação com essa comunidade. Juntos serão os principais responsáveis pela validação das melhorias do Sistema de Gestão da Aprendizagem e contribuirão ao desenvolvimento das novas funcionalidades com a sua experiência educacional e pedagógica. Juntamente com a Universidade de Hamburgo e a Universidade de Tübingen, o ZHW/IUED será responsável elos recursos e funcionalidades do Alemão.

Membros de LT4eL da universidade de Zurique: